12 AGO 2022 | ATUALIZADO 19:21
EDUCAÇÃO
02/06/2022 23:05
Atualizado
02/06/2022 23:11

"Vai ajudar a encontrar soluções locais e regionais”, diz secretário sobre IERNs

A+   A-  
Nesta quinta-feira, 2, a governadora Fátima Bezerra assinou a ordem de serviço para construir o IERN em Alexandria e nesta sexta-feira, dia 3, será na cidade de Umarizal. Já tiveram obras autorizadas também as unidades de Campo Grande e Natal. Para o prefeito Raimundo Pezão, de Umarizal, a educação é a ferramenta mais eficiente para o desenvolvimento de uma noção.
Imagem 1 -  Nesta quinta-feira, 2, a governadora Fátima Bezerra assinou a ordem de serviço para construir o IERN em Alexandria e nesta sexta-feira, dia 3, será na cidade de Umarizal. Já tiveram obras autorizadas também as unidades de Campo Grande e Natal. Para o prefeito Raimundo Pezão, de Umarizal, a educação é a ferramenta mais eficiente para o desenvolvimento de uma noção.
Nesta quinta-feira, 2, a governadora Fátima Bezerra assinou a ordem de serviço para construir o IERN em Alexandria e nesta sexta-feira, dia 3, será na cidade de Umarizal. Já tiveram obras autorizadas também as unidades de Campo Grande e Natal. Para o prefeito Raimundo Pezão, de Umarizal, a educação é a ferramenta mais eficiente para o desenvolvimento de uma noção.
Foto: Elisa Elsie

Unidades referência na educação profissional e desenvolvimento de tecnologias e inovação na rede estadual de ensino já são realidade no Rio Grande do Norte. Neste sexta-feira, 3, a governadora Fátima Bezerra e o prefeito Raimundo Pezão, de Umarizal, assinam, às 10 horas, a ordem de serviço para construir o quarto Instituto Estadual de Educação Profissional, Ciência, Tecnologia e Inovação, do RN.

Além da construção do IERN de Umarizal, a governadora Fátima Bezerra também vai assinar a ordem de serviço para restaurar a RN 072, que liga Umarizal a cidade de Lucrécia. Este trecho de rodovia está totalmente destruído.

Nesta quinta-feira, dia 2, a governadora Fátima Bezerra assinou, a ordem de serviço para construção IERN no município de Alexandria, também na região do Alto Oeste do Rio Grande do Norte.

Além do IERN de Alexandria e de Umarizal nesta sexta-feira, o Governo do RN já lançou as ordens de serviço para a construção dos IERNs de Natal e Campo Grande. 

Ao todo serão 12 unidades construídas no estado.

“Valeu o sonho e valeu a luta. Construir a Escola Técnica aqui em Alexandria, através do IERN, significa realizar um sonho de gerações. Eu acompanho essa luta desde a década de 90, portanto uma imensa alegria como professora, hoje na condição de governadora, estar realizando esse sonho. Esta não é uma escola qualquer, o IERN vai preparar nossa juventude para a vida e para o mundo do trabalho, assegurando a formação geral e a preparação profissional”, afirmou a chefe do poder executivo estadual durante a assinatura da ordem de serviço do IERN de Alexandria.

A solenidade ocorreu na Escola Estadual Waldemar Veras, no mesmo auditório onde a governadora, em julho do ano passado, inaugurou as obras de reforma e ampliação da escola, que é uma das mais tradicionais da região, e confirmou Alexandria como uma das 12 cidades do Rio Grande do Norte contempladas com uma unidade do IERN.

O investimento é de aproximadamente R$ 10 milhões na estrutura física e equipamentos. "Vamos construir aqui um dos 12 IERNs que serão implementados em todo o Estado. Os institutos irão ser somados às onze escolas profissionalizantes já existentes para que possamos fortalecer a rede estadual de educação profissional. As novas escolas terão prédios adequados e equipamentos de última geração para uma educação de qualidade", informou a governadora.

O terreno que sediará o Instituto está localizado na rua Santo Antônio, marginal da RN 117, s/n, bairro Novo Horizonte, em Alexandria. Em Umarizal, a unidade vai também ficar as margens da RN, que facilita o acesso para quem mora nas cidades de Martins, Riacho da Cruz, Viçosa, Itaú, entre outras da região.

Os 12 campi seguirão o mesmo modelo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), agora em nível estadual. Ao todo, o Governo do RN vai investir R$ 114 milhões. Cada unidade terá área mínima de 8 mil metros quadrados e a previsão de conclusão é de oito meses.

“Inspirados nos Institutos Federais, iremos entregar à comunidade algo que ela vai poder construir o seu futuro a partir do que ela quer ser. A inovação e a tecnologia vai ajudar a encontrar soluções locais e regionais”, ressaltou o secretário de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer, Getúlio Marques.

“Esse é um momento histórico para o município de Alexandria”, disse a diretora da Escola Estadual Waldemar de Sousa, Maria José (Zeza), que atende mais de 370 estudantes da cidade. “Essa é a nossa casa. Um ambiente educativo digno do compromisso que o Governo do Estado está tendo com a educação oferecida aos nossos estudantes”, enfatizou.

Os campi terão a capacidade para atender 1.080 estudantes distribuídos em três turnos.

A escolha dos cursos levará em conta a cadeia produtiva e potencial econômico de cada localidade. A previsão é que as aulas comecem em 2023.

Acompanharam a governadora na solenidade os secretários Getúlio Marques (Educação), Gustavo Coelho (Infraestrutura), Alexandre Lima (Sedraf), a adjunta do Gabinete Civil, Socorro Batista (GAC); a diretora da 15ª Regional de Educação e Cultura, com sede em Pau dos Ferros; vice diretora da escola estadual Waldemar Veras, Maria Aparecida Vieira, a diretora da Fapern, Maria Lúcia Sampaio; e a diretora do DER, Natércia Nunes.

Participaram, também, a prefeita de Alexandria, Jeane Carlina Saraiva; os vereadores de Alexandria, Raimundo Ferreira (presidente da Câmara Municipal), Raul Bezerra, Janduí Fernandes Júnior, Francisco Moreira Pires, as vereadoras de Natal, Júlia Arruda, e de Mossoró, Larissa Rosado, além de Leonardo Arruda Câmara (ex-presidente da Assembleia Legislativa/RN), Sandra Rosado (ex-deputada federal), e Expedito Salviano, ex-prefeito de Venha Ver.

Nova Escola Potiguar - PNEP

O Programa Nova Escola Potiguar (PNEP) é um conjunto de ações estruturantes na área da educação do RN.

Além da criação dos 12 IERNs, nos municípios de Natal, Touros, São José de Mipibu, Tangará, Santana do Matos, Jardim de Piranhas, Campo Grande, Umarizal, Alexandria, São Miguel, Mossoró e Areia Branca, os atuais 11 Centros Estaduais de Educação Profissional (CEEPs) serão transformados em IERNs e contarão com um investimento para adequações de R$ 5,5 milhões.

O PNEP também contempla a Nova Escola Potiguar, a Geração Conectada, a Modernização da Gestão com valorização e capacitação dos profissionais, e as ações para Superação do Analfabetismo.

Nova Escola Potiguar

Com a Nova Escola Potiguar, serão construídas 10 novas escolas padrão, com novo conceito arquitetônico, reforma de pelo menos 60 escolas e recuperação de outras 100 em todo o estado.

Na última segunda-feira (30/05), a governadora assinou contrato com a Caixa Econômica (CEF) para prestação de assessoria técnica no diagnóstico do tipo de serviço a ser feito e o custo estimado para as obras de recuperação.

O trabalho vai identificar as unidades que comportam apenas manutenção e as que necessitam de reforma das instalações. No caso de manutenção, a estimativa é de R$ 500 mil, em média, por unidade.

Geração Conectada

A Geração Conectada é um apanhado de programas pedagógicos com foco na inovação. São novos laboratórios de informática nas escolas, novos equipamentos para os estudantes, incluindo tablets e internet, por meio da Infovia Potiguar.

Modernização da Gestão

A modernização e a valorização e capacitação dos professores reúne programas de formação inicial e continuada com foco nas aprendizagens e na melhoria dos recursos para os profissionais da Educação.

Superação do Analfabetismo

O Governo do Estado desenvolve ações permanentes com o objetivo de aportar um novo horizonte de oportunidades de escolarização com inclusão social e profissional para jovens e adultos.

Notas

UNP 27 de junho de 2022

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário