24 SET 2020 | ATUALIZADO 19:20
SAÚDE
03/08/2020 15:16
Atualizado
03/08/2020 15:16

Dermatologista explica os principais cuidados com a pele durante o inverno

A+   A-  
Durante o inverno, a umidade do ar baixa e as temperaturas mais amenas levam à diminuição na transpiração corporal. Esses fatores fazem com que a pele fique mais seca e propensa a lesões; Segundo dermatologista Drª Mirella Fulco, é importante usar protetor labial, filtro solar, hidratante facial, tomar bastante água, consumir alimentos que ajudem a proteger a pele.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

É sabido que nas temperaturas altas e no verão o cuidado com a pele é essencial. Apesar de ter sol 300 dias ao ano, o RN também é agraciado com a estação do inverno. Engana-se quem pensa que nesse período deve-se esquecer o protetor e a hidratação do corpo.

Durante o inverno, a umidade do ar baixa e as temperaturas mais amenas levam à diminuição na transpiração corporal. Esses fatores fazem com que a pele fique mais seca.

De acordo com a dermatologista do Hapvida, Drª Mirella Fulco, “nesse período do ano, o tecido cutâneo fica sujeito ao ressecamento, o que deixa a pele mais áspera, sensível e propensa a lesões”.

Segundo a médica é importante usar protetor labial, filtro solar, hidratante facial, tomar bastante água, consumir alimentos que ajudem a proteger a pele.

”Caso você já tenha a pele bastante sensível ou ela esteja muito ressecada, avermelhada ou apresentando alguma lesão, é fundamental conversar com o dermatologista para obter o diagnóstico correto e descobrir a melhor forma de tratamento, explicou Mirella.

Para quem vive em regiões ainda mais frias a dermatologista recomenda também evitar banhos muito quentes.

“A água quente demais, além de poder ocasionar queimaduras na pele,também retira toda a sua proteção natural, causando ressecamento”, finalizou a especialista.


Notas

AME

Outras Notícias

Deixe seu comentário