17 SET 2019 | ATUALIZADO 19:35
SAÚDE

HRTM será o único representante do RN em estudo sobre doação de órgãos

O Hospital Regional Tarcísio Maia vai participar do Projeto DONORS, que trata de Estratégias para aperfeiçoar a assistência aos potenciais doadores de órgãos, ao lado de outros 69 hospitais de todas as regiões do Brasil.
09/08/2019 15:57
Atualizado
09/08/2019 15:57
A+   A-  
Imagem 1 -  O Dr. Fernando Albuerne Bezerra, coordenador da Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) do HRTM, disse que o estudo vai capacitar ainda mais a equipe, bem como os demais servidores da unidade hospitalar.
O Dr. Fernando Albuerne Bezerra, coordenador da Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) do HRTM, disse que o estudo vai capacitar ainda mais a equipe, bem como os demais servidores da unidade hospitalar.
FOTO: DIVULGAÇÃO/HRTM

O Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró foi escolhido como único representante do Rio Grande do Norte para participar do Projeto DONORS, que trata de Estratégias para aperfeiçoar a assistência aos potenciais doadores de órgãos.

O projeto reúne mais de 70 hospitais de todas as regiões do Brasil. O HRTM foi escolhido como o único na área de estudo, que avalia pacientes com morte encefálica.

A principal ação do DONORS é a realização de estudo junto a Unidades de Terapia Intensiva (UTI), incluindo a identidade e manutenção do potencial doador de órgãos, o acolhimento da família no momento da comunicação da morte encefálica e o esclarecimento dos procedimentos realizados para a doação de órgãos.

O Dr. Fernando Albuerne Bezerra, coordenador da Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) do HRTM, informou que o hospital foi escolhido em reconhecimento à sua atuação de destaque no tocante à questão da descoberta do potencial doador até o processo de doação

O Tarcísio Maia vai ocupar o 37º lugar no ranking dos hospitais credenciados pelo DONORS.

Albuerne diz, ainda, que a comissão do HRTM vem fazendo a manutenção correta do potencial doador da UTI, melhorando a qualidade dos órgãos captados e transplantados.

“Com essa parceria com o projeto DONORS, o hospital vai capacitar ainda mais a equipe da CIHDOTT, bem como os demais servidores da unidade hospitalar”, explicou.

A CIHDOTT do Tarcísio Maia foi reativada em 2 de julho de 2016, e é formado pelo Dr. Fernando Albuerne Bezerra, médico cardiologista, pela assistente social, Telma Ariana de Oliveira, pela enfermeira Susana Cantídio Mendes, pela técnica em saúde, Maria Suzete de Medeiros, e pela psicóloga, Symoni Bento Fernandes Queiroz.


Notas

News Center

Publicidades

MOSSORÓ Vanderlanio

Outras Notícias

Deixe seu comentário