27 JUN 2022 | ATUALIZADO 12:59
POLÍTICA
20/05/2022 08:08
Atualizado
20/05/2022 08:08

Emprego nasce de investimento”, diz pré-candidato Jorge do Rosário

A+   A-  
O empresário Jorge do Rosário, que é pré-candidato a deputado estadual pelo Avante, deixou claro que defende que seja construído o porto de graneleiro no litoral do município de Porto do Mangue/RN. Ele concedeu entrevista na tarde desta quinta-feira, no Programa Cidade Oeste em Debate, apresentado por Carlos Cavalcante e João Maria.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

O empresário Jorge do Rosário, que é pré-candidato a deputado estadual pelo Avante, deixou claro que defende que seja construído o porto de graneleiro no litoral do município de Porto do Mangue/RN. Ele concedeu entrevista na tarde desta quinta-feira, no Programa Cidade Oeste em Debate, apresentado por Carlos Cavalcante e João Maria.

Explica um porto construído no canal do Lamarão (fenda geológica) em Porto do Mangue, juntamente com uma rede ferroviária, vai permitir a escoação da produção de ferro em Jucurutu, de calcário na região de Mossoró, também de frutas e sal, entre outros produtos que são viabilizados naturalmente com as condições de transportes.

Jorge do Rosário disse que o mais interessante é que o porto será construído pela iniciativa privada, não pensando neste potencial magnífico, mas para receber a estrutura para a produção de energia eólica no mar. No caso, uma turbina de geração de energia no mar é seis vezes maior do que a turbina de produção de energia em terra.

O empresário, com atuação na área da construção civil, lembra que os governos do Rio Grande do Norte concentraram investimentos nos últimos 40 anos na grande Natal, criando lá um polo turístico magnífico e que está na hora de investir no interior, que ele vê enorme potencial no turismo, na mineração, na geração de energia, no sal, na fruticultura, entre outros setores.

“Outra coisa, nós tínhamos um ambiente muito ruim para negócios e melhorou um pouco agora. Mas ainda não está bom. No caso do pescado, havia uma taxa mais alta no RN do que no CE, daí os pescadores estavam tirando a Nota Fiscal no Ceará, ocasionando aí uma perca enorme de faturamento. O governo do Estado nivelou esta tributação.

“Olha, estou principalmente preocupado, porque temos mais gente recebendo auxílio do que trabalhando. Temos que ter o auxílio, eu sei, é importante, mas também temos e podemos nos empenharmos mais para gerar mais empregos. Temos que ter um plano de curto, médio e longo prazo para gerar empregos”, diz o empresário Jorge do Rosário.

“Estamos no voo cego”, diz Jorge do Rosário, questionando porque a classe politica do Rio Grande do Norte não duplicou a BR 304. Segundo ele, isto é vergonhoso. “Não quer duplicar por fator de desenvolvimento, pois então duplique por questão humanas, pois está morrendo muita gente em acidentes nesta rodovia”, diz o pré-candidato.

“O emprego nasce de investimento. Investimento privado, pois o investimento público, não tem capacidade de investimento. Quem tem capacidade de investimento é a iniciativa privada. Temos uma questão da burocracia terrível, que também atrapalha e isto precisa ser superado, para que o investimento privado seja realizado”, destaca.

Novas Tecnologias

Jorge do Rosário quer uma atenção maior do Poder Público para o setor de tecnologia, principalmente voltado para gerar oportunidade de emprego para os jovens. Destaca que outros estados estão acordando para esta realidade e se destacando, exatamente com a criatividade dos jovens que dominam as tecnologias.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário