12 AGO 2022 | ATUALIZADO 19:21
POLÍCIA
14/07/2019 15:34
Atualizado
14/07/2019 16:42

Preso é morto por colegas de cela na Cadeia Pública e Mossoró

A+   A-  
Para os peritos o ITEP, o mais provável é que uma toalha molhada tenha sido usada para sufocar Jailson Marcelino até a morte; Os presos Ceará e Luan confessaram o crime e foram autuados em flagrante pelo delegado Waltair Camilo
Imagem 1 -  Cadeia Pública de Mossoró tem quase 400 detentos aguardando julgamento
Cadeia Pública de Mossoró tem quase 400 detentos aguardando julgamento

O preso de justiça Jailson Marcelino do Nascimento, de 22 anos, foi morto asfixiado na Cadeia Pública de Mossoró, durante a madrugada deste domingo, 14.

Dois colegas de cela e também companheiros de facção dentro do sistema, confessaram o crime e foram conduzidos para a Delegacia de Plantão, no Grande Alto São Manoel.

São eles: Fábio David da Silva Aquino, conhecido por Ceará, e Luan Carlos da Silva Santos. Os dois foram conduzidos a DP de Plantão, em Mossoró/RN.

O assassinato aconteceu possivelmente durante a madrugada e os agentes penitenciários descobriram quando faziam a conferência nominal diária na manhã deste domingo.

Os agentes perceberam que Jailson Marcelino não respondeu a chamada nominal e em seguida o encontraram morto na cela.

Ao recolher o corpo, o Instituto Técnico-científico de Perícia (ITEP) encontrou uma toalha molhada que pode ter sido usada para mata-lo asfixiado.

O delegado Waltair Camilo esteve na Cadeia Pública de Mossoró acompanhando o trabalho do ITEP e conduziu os dois companheiros de cela (Ceará e Luan) para averiguações.

O delegado tomou os depoimentos, ouviu testemunhas, e decidiu por autuar os dois por homicídio qualificado. O caso será investigado, com mais profundidade, pelos delegados da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa.

Jailson Marcelino é natural de Natal, onde reponde por porte ilegal de armas. Quando foi preso, de novo por porte ilegal, estava morando no morro dos macacos em Pendências.

Com informações de O Câmera e o delegado Waltair Camilo

Notas

UNP 27 de junho de 2022

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário